fbpx

SiGMA

CEO da Disney diz que ESPN está procurando um parceiro de apostas esportivas

Publicado: set 16, 2022 15:29 Category: Américas , Apostas Esportivas , Online , Publicado por Sharon Singleton

O CEO da Disney, Bob Chapek, disse que sua rede esportiva ESPN está procurando um parceiro para ajudá-la a entrar no crescente mercado de apostas esportivas dos EUA.

O executivo disse a David Faber, da CNBC, em entrevista que a ESPN nunca seria uma casa de apostas que aceita suas próprias apostas, mas poderia fazer parceria com terceiros para fazê-lo.

Chapek disse a analistas em uma ligação em agosto que a empresa está conversando há “muito tempo” com plataformas de apostas esportivas.

Desde que as apostas esportivas foram legalizadas nos EUA em 2018, as empresas de mídia correram para chegar a acordos com empresas de jogos de azar e ligas esportivas.

De acordo com um relatório da consultoria KPMG, a adição de apostas legalizadas aumenta o interesse do espectador pela programação esportiva ao vivo, expandindo a audiência e gerando maior retenção durante os eventos. Os fãs de esportes com uma aposta podem assistir por mais tempo, mesmo que o resultado de um jogo tenha sido amplamente decidido e os fãs casuais se desliguem.

A KPMG colocou o tamanho do mercado combinado de esportes, apostas e mídia em US$ 135 bilhões em 2021 e disse que as empresas concluíram 18 negócios no primeiro semestre daquele ano, correspondendo ao total de todo o ano de 2019.

Protegendo a marca Disney

No entanto, a ESPN, classificada como a rede de transmissão esportiva mais valiosa dos EUA, demorou a seguir.

O presidente da ESPN, Jimmy Pitaro, disse em um podcast da Sports Media em junho que as apostas esportivas eram “obrigatórias” para a rede, mas disse que a empresa está procedendo com cautela para garantir que as coisas sejam acertadas.

A Disney teve o cuidado de não ter sua marca familiar vinculada a qualquer forma de jogo.

A ESPN tem parcerias para integrar conteúdo relacionado a apostas em seus programas e tem podcasts dedicados a jogos de azar. Também possui acordos de marketing com a Caesars Entertainment e a DraftKings, que têm o direito de anunciar suas ofertas de apostas nas plataformas da ESPN.

A CNBC relata que os comentários de Chapek parecem seguir a aquisição de uma participação de US$ 1 bilhão, ou 0,4%, na Disney pelo investidor ativista Daniel Loeb no 2T22. Loeb inicialmente pressionou a Disney a desmembrar a rede de esportes, argumentando que seria mais fácil participar de apostas esportivas.

Desde então, o investidor disse que agora entende o potencial da ESPN como outra vertical para ajudar a Disney a alcançar um público global para gerar receita de anúncios e assinantes.

Os 300 Espartas:

Depois de triunfar em locais importantes na Ásia e na Europa, a AGS está levando 300 principais afiliados para Malta, para uma viagem de luxo com tudo incluído. O evento acontecerá junto ao SiGMA, de 14 a 18 de novembro, durante o SiGMA Europa.

Leia mais sobre os 300 Espartas aqui.

Related Posts

“Sou um afiliado sueco de…

Rasim Reiz, fundador do Reizbet.com, junta-se à última série de entrevistas de afiliados no Affiliate Grand Slam Rasim Reiz é…