O que você precisa saber: cenário do jogo na Bolívia

Content Team há 1 ano
O que você precisa saber: cenário do jogo na Bolívia

Este artigo fornece uma visão geral dos principais aspectos da legislação de jogos de azar on-line quanto a apostas esportivas e jogos na Bolívia. Outros territórios do Brasil serão abordados com mais detalhes em uma série de matérias que serão publicadas no período que antecede o nosso próximo evento inaugural em São Paulo.

O jogo na Bolívia tem uma história longa e histórica, com várias formas de jogos e apostas sendo populares ao longo dos anos. No entanto, o governo boliviano não começou a regulamentar as atividades de jogos de azar até 2002, quando a Loteria Nacional da Bolívia (LNB) foi estabelecida. Em 2010, a Autoridade de Controle de Jogos da Bolívia (AJ) foi criada para supervisionar e controlar todas as atividades relacionadas a jogos de azar no país.

A indústria de jogos de azar on-line na Bolívia opera sob uma complexa estrutura legal. A Lei nº 60, promulgada em 2010, é a principal legislação que rege o setor de jogos de azar na Bolívia e proíbe explicitamente todas as atividades de jogo não autorizadas, incluindo jogos de azar on-line, estipulando, inclusive, penalidades severas para operadores e jogadores envolvidos em tais atividades.

No entanto, a lei não define claramente o processo de obtenção de licenças para operadores de jogos de azar on-line, criando uma zona legal cinzenta. Como resultado, muitos sites de apostas on-line estrangeiros aceitam jogadores bolivianos, com fiscalização limitada do governo.

Na Audiência Pública de Prestação de Contas de 2020, o então diretor executivo da AJ, Juan Carlos Antonio Abrego, apresentou uma proposta para atualizar a regulamentação dos jogos de azar e abrir caminho para uma indústria melhor e mais completa.

Nas palavras dele: “Estamos trabalhando em um novo regulamento para beneficiar as empresas, um novo regime sancionatório e a alteração da Lei 60, com o objetivo de impulsionar a economia, fortalecer o portfólio de negócios e, portanto, gerar empregos e criar riqueza no país.”

Um dos pontos mais importantes das emendas será a introdução do setor de jogos on-line, que está se desenvolvendo em todo o continente, apesar de os governos não se beneficiarem por falta de regulamentação e regimes tributários.

Poucos avanços foram feitos nas regulamentações e, em abril de 2023, a AJ anunciou que os controles sobre o setor serão aumentados e um estudo será realizado para descobrir o tamanho do mercado on-line. A atual diretora executiva da AJ, Jessica Saravia Atristain, afirmou que um dos principais motivos do estudo foi o aumento do jogo on-line durante a pandemia.

“Um dos efeitos da pandemia foi o aumento de páginas de apostas on-line não autorizadas. Portanto, tomaremos as medidas necessárias para eliminar essas atividades ilegais que não garantem um jogo justo e transparente”, disse ela.

Além disso, o conselho realizará um estudo para descobrir a porcentagem de pessoas que participam de atividades de jogo por meio de apostas físicas e sites de apostas on-line em Santa Cruz, Cochabamba, La Paz, Tarija e Sucre, todas cidades onde, de acordo com a Autoridade de Controle de Jogos da Bolívia foi o que mais aumentou.

Processo de licenciamento

A Autoridade de Controle de Jogos da Bolívia é responsável pela emissão de licenças para os operadores, mas, como mencionado acima, o processo para obter uma licença de jogos de azar on-line não está bem definido. Na prática, a maioria das operadoras de jogos de azar on-line que atendem jogadores bolivianos são licenciadas em outras jurisdições, como Malta, Gibraltar ou Curaçao. Esses operadores geralmente seguem os regulamentos de sua autoridade de licenciamento, que podem ou não estar alinhados com as leis bolivianas.

Essa falta de um processo de licenciamento claro levou o governo boliviano a estabelecer uma estrutura regulatória mais robusta e transparente, que poderia ajudar a controlar o setor, proteger os players e gerar receita tributária para o país.

O futuro da regulamentação do jogo on-line na Bolívia

Apesar da ambiguidade no cenário jurídico atual, o governo boliviano demonstrou interesse em desenvolver uma estrutura regulatória mais abrangente para jogos de azar on-line. Nos últimos anos, tem havido discussões sobre a introdução de alterações na Lei nº 60 para tratar explicitamente de jogos de azar on-line e criar um processo de licenciamento bem definido.

Tais emendas poderiam abrir caminho para um mercado de jogo on-line mais regulamentado e controlado na Bolívia, beneficiando tanto o governo quanto os jogadores. No entanto, o cronograma para a implementação dessas mudanças permanece incerto.

Em conclusão, os regulamentos de jogos de azar on-line na Bolívia existem atualmente em um estado de incerteza jurídica, sem uma estrutura clara que regule o licenciamento e a operação de provedores de jogos de azar on-line. Essa ambiguidade levou a um próspero mercado cinza, com operadoras estrangeiras aceitando jogadores bolivianos sem uma fiscalização significativa do governo.

Artigos relacionados: 

O que você precisa saber: desvendando o cenário dos jogos de azar na América Latina
O que você precisa saber: o complexo marco regulatório da Argentina

SiGMA Américas

SiGMA Américas  chega ao Brasil em junho. Não perca o que promete ser um evento extraordinário, com riqueza de conhecimento de líderes do setor, percepções inovadoras e uma infinidade de oportunidades de networking.

Share it :

Recomendado para você
Júlia Moura
há 1 dia
Júlia Moura
há 1 dia
Júlia Moura
há 1 dia
Garance Limouzy
há 1 dia