Cassino NEWS

Trending

Nas Filipinas, cresce a pressão contra os Operadores de Jogos de Azar Online Estrangeiros (POGOs), liderada agora por um grupo influente de oficiais militares reformados. A solicitou, no dia 19 de junho, o fechamento total dos POGOs, alegando que essas operações ameaçam gravemente a segurança e os valores nacionais. 

A declaração, assinada pelo presidente da AGFO, vice-almirante aposentado Emilio C. Marayag Jr., enfatiza que a maioria dos POGOs operam sem licença, corrompendo funcionários do governo e facilitando a atuação de sindicatos criminosos. "Para operar 85% das cerca de 300 plataformas POGO sem documentos válidos, os operadores ilegais subornam funcionários públicos, criando uma aliança perigosa com o crime organizado," afirmou Marayag. 

A intervenção da AGFO é notável, já que o grupo geralmente se envolve apenas em questões estritamente militares e de segurança nacional. Apesar de não acusarem diretamente agentes do governo chinês, a AGFO destaca que os POGOs são frentes para atividades criminosas como tráfico de seres humanos, prostituição, sequestro e ataques cibernéticos. 

Essa movimentação da AGFO segue uma declaração do Departamento de Defesa Nacional, em 12 de junho, alertando sobre os riscos representados pelos POGOs. No entanto, o secretário de Defesa, Gilberto Teodoro Jr., evitou chamar esses operadores de "ameaça à segurança nacional," prevenindo uma possível ação militar direta contra a indústria. 

O conselheiro de segurança nacional, Eduardo Año, reforçou que, no momento, os POGOs são uma preocupação que pode ser tratada por agências reguladoras e de aplicação da lei, embora o Conselho de Segurança Nacional continue a investigar o impacto dessas operações na segurança nacional. 

Paralelamente, autoridades da província de Pampanga, ao sul de Clark Freeport, onde ocorreu uma recente invasão a uma instalação de fraude cibernética ligada aos POGOs, estão tomando medidas para banir todas as operações de jogos de azar online, licenciadas ou não. O governador Dennis Pineda e a vice-governadora Lilia Pineda apoiam uma resolução para eliminar essas operações na região. 

A oposição aos POGOs também se intensifica no Congresso e recebe apoio da Igreja Católica. O Arcebispo Sócrates Villegas, ex-presidente da Conferência dos Bispos Católicos das Filipinas, pediu a proibição total dos POGOs, citando crimes como tráfico humano e lavagem de dinheiro descobertos em recentes investigações. 

Prepare-se para a SiGMA Europa 2024 by Soft2Bet, de 2 a 4 de setembro. Encontre mais detalhes .

Júlia Moura
há 2 dias
Jenny Ortiz
há 3 dias
Jenny Ortiz
há 3 dias
Júlia Moura
há 4 dias
Júlia Moura
há 4 dias
Jenny Ortiz
há 6 dias
Júlia Moura
há 6 dias
Jenny Ortiz
há 1 semana
Júlia Moura
há 1 semana
Jenny Ortiz
há 1 semana
Júlia Moura
há 1 semana

News By Topic

Articles