Alejandro H. Tengco dá 1ª entrevista desde que assumiu o comando da PAGCOR

Content Team há 1 ano
Alejandro H. Tengco dá 1ª entrevista desde que assumiu o comando da PAGCOR


Em uma entrevista exclusiva com a SiGMA News, Alejandro H. Tengco, recentemente nomeado presidente e CEO da Corporação Filipina de Diversões e Jogos (PAGCOR), discute sua visão para a indústria de jogos do país e seus planos para o futuro. Continue lendo para saber mais sobre o estilo de liderança de Tengco, suas prioridades para a PAGCOR e seus pensamentos sobre os desafios e oportunidades enfrentados pelo setor de jogos filipino.

Há novos apelos à privatização. Isso já foi tentado, mas não teve sucesso. Como está sendo abordado desta vez?

Ao longo dos anos, a PAGCOR tem sido uma fonte confiável de receita para vários programas governamentais. Embora a nova administração reconheça essa conquista, resultado da dupla função da agência como reguladora de jogos e operadora – também recebemos com satisfação novas oportunidades de melhoria e crescimento.

À medida que ressurgem os apelos à privatização da PAGCOR, a nova gestão entende que, enquanto entidade governamental, deve ter uma função claramente definida. Ter um duplo papel — como operador e regulador ao mesmo tempo — é contrário à ética empresarial.

Portanto, precisamos avaliar cuidadosamente os possíveis resultados de nossa decisão. Acima de tudo, nossa principal consideração é o bem-estar de nossos mais de 14.000 funcionários de vários escritórios corporativos, filiais de cassinos e grupos de operações de satélites em todo o país. Se alguma vez a PAGCOR se tornar um órgão puramente regulatório, temos que estar muito bem preparados para a transição e garantir que todos os nossos funcionários sejam atendidos.

A PAGCOR é um dos poucos reguladores que também é um operador de cassino. Isto afeta a credibilidade? Existem planos para mudar isto? Como você garante que as linhas entre os dois não se confundam?

Por mais de três décadas, a PAGCOR cumpriu seus mandatos de regular e operar jogos de azar no país para que pudesse gerar receitas para a construção da nação. Por algum tempo, esta tem sido uma configuração vantajosa para o governo porque as receitas do jogo são canalizadas de volta para os cofres e programas do próprio governo.

Mas com o cenário de jogos em constante mudança – não apenas nas Filipinas – mas também globalmente, a nova administração da PAGCOR está aberta aos pedidos para que a empresa estatal de jogos se concentre em um papel específico para evitar as complexidades de executar dois programas diferentes.

O crime relacionado ao POGO aumentou quatro vezes nos últimos anos. A PAGCOR disse que não ficará de braços cruzados diante dessas injustiças. Você pode falar mais sobre isso?

Para manter e salvaguardar a integridade da indústria POGO, a PAGCOR continuará a monitorar a legalidade das atividades de nossos licenciados credenciados e prestadores de serviços. Vamos alterar os contratos que precisam ser alterados. Caso nossos licenciados e prestadores de serviços sejam considerados culpados de cometer atos criminosos, não hesitaremos em impor sanções e penalidades, conforme previsto pela lei, e até mesmo cancelar licenças, se assim o justificar.

Da mesma forma, fortalecemos a colaboração com várias agências governamentais um mês após assumirmos o cargo no ano passado para combater operações ilegais de jogos, incluindo jogos offshore. Assim, como resultado da reunião de cooperação entre agências realizada em setembro de 2022 envolvendo a PAGCOR, a Polícia Nacional das Filipinas (PNP), o Departamento Nacional de Investigação (NBI), o Departamento de Justiça (DOJ) e o Departamento de Governo Interior e Local (DILG), não houveram relatos de atividades criminosas ou incidentes relacionados a sequestros de trabalhadores na indústria de licenciamento offshore.

Há também a questão dos operadores POGO ilegais. O que a PAGCOR está fazendo a respeito?

Questões relativas a operações ilegais de jogos offshore estão sendo seriamente abordadas pela PAGCOR. Além do nosso acordo entre agências existente com a PNP, NBI, DOJ, DOLE e DILG, também fortalecemos a parceria com agências como a Agência de Coordenação de Inteligência Nacional, Departamento de Imigração e o Conselho de Combate à Lavagem de Dinheiro para evitar quaisquer atividades ilegais e práticas trabalhistas relacionadas ao POGO.

A receita de jogos da PAGCOR em 2022 aumentou 69%. Isso é resultado da reabertura pós-Covid ou é atribuído a outros fatores?

O desempenho robusto da indústria de jogos em 2022 foi atribuído em grande parte à abertura das fronteiras filipinas para turistas locais e estrangeiros, o que também melhorou o desempenho dos setores de viagens, entretenimento e hospitalidade. Desde que os bloqueios foram afrouxados no país no final do ano passado e os locais de jogos reabriram, a confiança do cliente voltou e o atendimento em nossos cassinos próprios melhorou. Nossos cassinos licenciados também registraram um grande crescimento de receita.

Qual é o papel do setor na economia filipina?

O setor de jogos não apenas gera receitas que ajudam a promover vários programas no país, mas também abre oportunidades que impulsionam o turismo local e tornam as Filipinas um destino ideal para turistas e investimentos empresariais.

Que obstáculos as Filipinas precisam enfrentar para manter sua liderança na região?

Para que as Filipinas mantenham sua reputação como um dos principais destinos de jogos na região asiática, devemos nos manter atualizados com as últimas tendências globais de jogos e adotar continuamente inovações atraentes para os entusiastas de jogos. A PAGCOR, como um regulador de jogos, é reconhecida na região asiática por fornecer um ambiente legal que autoriza produtos de jogos e por tornar a regulamentação de jogos bastante transparente.

Sob a atual gestão, a PAGCOR buscará aprimorar suas funções regulatórias e operações comerciais. Garantiremos que nossos planos e programas para 2023 sejam benéficos para nossas indústrias, colocando em primeiro lugar os interesses do jogo responsável e da construção nacional.

Por que as empresas devem olhar para as Filipinas como um lugar para fazer negócios?

Os ricos recursos naturais do país, pontos turísticos de renome mundial, força de trabalho altamente qualificada e trabalhadora e povo amigável tornam as Filipinas um lugar ideal para fazer negócios.

Da mesma forma, a localização estratégica – a quatro horas de voo para algumas das principais economias, como Cingapura, Japão e Coréia do Sul – torna uma porta de entrada ideal para alguns dos maiores mercados da região.

Como uma exposição como a SiGMA Ásia pode instaurar ainda mais o status das Filipinas na indústria de jogos asiática?

Com a ajuda das últimas tendências digitais que serão apresentadas na exposição da SiGMA, a indústria filipina de jogos terá a chance de explorar novas tecnologias e explorar novos mercados em potencial, tanto aqui quanto no exterior – desde que nossas políticas regulatórias estejam em vigor e nossas operações comerciais mantenham sua transparência.

Uma parte dos fundos arrecadados pela PAGCOR são destinados a iniciativas sociais. Você pode nos contar mais sobre isso, talvez sobre os projetos que estão sendo apoiados ou que estão em andamento?

Da receita total da PAGCOR, cerca de 70% é canalizado de volta para o governo como contribuições obrigatórias e projetos de Responsabilidade Social Corporativa iniciados por agências.

A maior parte de nossas contribuições para a construção da nação vai para o Tesouro Nacional como a parcela obrigatória de 50% do governo. Da mesma forma, remetemos 5% de imposto de franquia a Secretaria da Receita Federal. Também alocamos fundos para a Comissão de Esportes das Filipinas para o treinamento de nossos atletas nacionais e incentivos em dinheiro para aqueles que trouxeram honra ao país ao vencer em competições esportivas internacionais.

Entre outros beneficiários obrigatórios da PAGCOR está o Conselho de Reivindicações do Departamento de Justiça e as cidades que hospedam as filiais do Cassino Filipino da PAGCOR em todo o país.

Nosso compromisso de ajudar a construir uma nação melhor sempre foi além do nosso mandato. Como sempre, continuamos a tocar a vida dos filipinos marginalizados através de nossos próprios programas de Responsabilidade Social Corporativa.

Sob a nova gestão, pretendemos priorizar a educação e a saúde, construindo mais instalações de educação, hospitais e centros de bem-estar em todo o país.

Alejandro Tengco, da PAGCOR, confirmado como atração principal da Conferência SiGMA Ásia:

O Grupo SiGMA tem o prazer de anunciar que o presidente e CEO da PAGCOR, Alejandro H. Tengco, fará o discurso de abertura na próxima conferência SiGMA Ásia em Manila, que acontecerá de 19 a 22 de julho.

 

Share it :

Recommended for you
Júlia Moura
há 23 horas
Lea Hogg
há 1 dia
Jenny Ortiz
há 1 dia
Jenny Ortiz
há 1 dia