Explorando a evolução da regulação de pagamentos com criptomoedas

Explorando a evolução da regulação de pagamentos com criptomoedas

A SiGMA Europa 2023 sediou uma discussão de painel envolvente intitulada “Evolução da Regulação Global de Pagamentos com Criptomoedas”, abordando o dinâmico cenário da regulação de criptomoedas. O painel, moderado por Dave Pulis, Diretor da ZBX Crypto Exchange, contou com a participação de especialistas do setor: Richard Mifsud, CEO da Xprizo; Marina Ioannou, Consultora de Conformidade na Sumsub; e Ian Dawson, CEO da ZBX (foto da matéria em ordem da esquerda para a direita).

Regulação MiCA assume destaque

A discussão começou com uma pergunta crucial: a regulação de criptomoedas seguirá o modelo dos sistemas financeiros tradicionais ou pode ser elaborada para incentivar a inovação sem sufocar o crescimento? Os painelistas destacaram o iminente impacto do framework regulatório Markets in Crypto Assets (MiCA) na União Europeia.

Marina Ioannou explicou que o MiCA representa um passo significativo em direção à proteção do consumidor, combate ao financiamento do terrorismo e prevenção à evasão fiscal. Enquanto o foco inicial era na tecnologia, o MiCA agora prioriza regulamentações que protegem os interesses dos consumidores e a integridade geral do mercado. O objetivo principal do MiCA é aumentar a transparência, a certeza e estabelecer um framework regulatório unificado dentro da UE.

Principais disposições do MiCA

  • O framework MiCA da UE introduz várias disposições cruciais:
  • Licenciamento e Passaporte: Entidades podem obter uma licença, autorização de reguladores relevantes e aproveitar um regime de passaporte para estender serviços a outros estados membros da UE.
  • Comunicações de Marketing: Regras mais rigorosas visam fornecer informações justas e transparentes a clientes em potencial.
  • Requisitos de Capital: Entidades devem cobrir adequadamente os fundos dos clientes, garantindo estabilidade financeira em caso de insolvência.
  • Auditorias e Medidas Preventivas: Entidades regulamentadas devem passar por auditorias, separar os fundos dos clientes dos fundos corporativos e estabelecer procedimentos robustos, incluindo políticas de segurança cibernética e combate à lavagem de dinheiro.

Alinhamento com o MiCA

Ian Dawson, CEO da ZBX, compartilhou insights sobre a aplicação da ZBX para uma licença em Malta, enfatizando o alinhamento de Malta com o MiCA. Apesar da reputação de Malta por regulamentações rigorosas, Dawson argumentou que medidas tão rigorosas são essenciais para evitar protagonistas mal-intencionados, citando o incidente da FTX como exemplo.

Mercados Emergentes e Regulações Diversificadas

A discussão passou para os desafios regulatórios únicos em economias emergentes, com o CEO da Xprizo, Richard Mifsud, destacando as necessidades distintas de regiões como África, América Latina e Ásia. Mifsud elogiou os Emirados Árabes Unidos por sua abordagem proativa na integração das criptomoedas no ecossistema e enfatizou a importância de educar as autoridades locais em mercados emergentes.

Adaptação da Regulação às Necessidades Locais

Mifsud enfatizou a necessidade de cada jurisdição adaptar as regulamentações de acordo com suas necessidades únicas, alertando contra uma abordagem única. Ele instou os órgãos reguladores a considerarem os desafios enfrentados por populações sem acesso a serviços bancários e a evitarem impor regulamentações que possam prejudicar a inclusão financeira.

Implicações da Regra de Viagem

O painel aprofundou-se na Regra de Viagem, reconhecendo seu papel na formação dos pagamentos globais com criptomoedas. A Regra de Viagem exige que entidades regulamentadas identifiquem o originador e os beneficiários em transações com criptomoedas e troquem essas informações. Preocupações foram levantadas sobre a falta de recursos adequados em nações em desenvolvimento para cumprir a regra de viagem, o que agravaria ainda mais o problema da inclusão financeira em jurisdições em desenvolvimento.

Perspectivas para o Futuro: Harmonização das Regulações

Ao encerrar, os panelistas anteciparam uma harmonização das regulamentações de criptomoedas, mas enfatizaram a importância de considerar os usuários finais além do framework regulatório. Eles previram uma redução na arbitragem regulatória de criptomoedas e destacaram a necessidade de uma abordagem equilibrada que respeite as necessidades específicas de cada jurisdição.

O painel de criptomoedas forneceu insights valiosos sobre o cenário regulatório em evolução, enfatizando o delicado equilíbrio entre inovação e proteção do consumidor. À medida que a indústria de criptomoedas continua a amadurecer, a colaboração entre partes interessadas e reguladores torna-se crucial para garantir um futuro sustentável e inclusivo.

Junte-se a nós em Dubai entre 25 e 27 de fevereiro de 2024

A quarta edição da exposição SiGMA Eurásia será realizada novamente no InterContinental Dubai Festival City, proporcionando oportunidades inestimáveis para os participantes fazerem networking com profissionais do setor, terem contato com as últimas tecnologias e inovações no setor, encontrarem tomadores de decisões importantes e obterem insights sobre novos mercados. Encontre todos os detalhes aqui.

Share it :

Recommended for you
Júlia Moura
há 6 horas
Júlia Moura
há 7 horas
Júlia Moura
há 10 horas
Shirley Pulis Xerxen
há 10 horas
Júlia Moura
há 12 horas
News Team
há 15 horas
Shirley Pulis Xerxen
há 16 horas
Jenny Ortiz
há 17 horas
Jenny Ortiz
há 19 horas
Jenny Ortiz
há 22 horas
Lea Hogg
há 1 dia
Júlia Moura
há 1 dia
News Team
há 1 dia
Lea Hogg
há 1 dia
Lea Hogg
há 1 dia
Jenny Ortiz
há 1 dia
Jenny Ortiz
há 1 dia
Jenny Ortiz
há 1 dia
Júlia Moura
há 4 dias
Jenny Ortiz
há 4 dias
Jenny Ortiz
há 4 dias
Lea Hogg
há 4 dias
Lea Hogg
há 4 dias
Jenny Ortiz
há 4 dias
Jenny Ortiz
há 4 dias
Júlia Moura
há 5 dias
Júlia Moura
há 5 dias
Jenny Ortiz
há 5 dias
Júlia Moura
há 5 dias
Jenny Ortiz
há 5 dias
Lea Hogg
há 5 dias
Jenny Ortiz
há 5 dias
Júlia Moura
há 6 dias
Jenny Ortiz
há 6 dias
Jenny Ortiz
há 6 dias
Shirley Pulis Xerxen
há 6 dias