Malta altera sua postura em relação ao jogos de azar

Thawanny há 9 meses
Malta altera sua postura em relação ao jogos de azar

A Autoridade de Jogos de Malta (MGA) está considerando assinar a Convenção de Macolin, um documento que o regulador evitou desde 2014.

Se essa decisão for adiante, a Convenção de Macolin redefiniria as apostas esportivas ilegais.

Isso faria com que essas atividades, realizadas a partir de Malta, fossem consideradas ilícitas em todos os territórios, ao oferecer esses produtos a outras jurisdições que as considerem ilegais.

Essa consideração marcaria uma mudança crítica na posição do governo, que antes era altamente favorável a essas atividades, permitindo que jogadores de qualquer país que classificasse as apostas esportivas operadas em Malta como ilegais optassem por não participar.

Até o momento, a MGA buscou a expertise jurídica do escritório de advocacia Van Bael & Bellis para entender as consequências de assinar e ratificar a Convenção de Macolin.

Vai demorar muito?

Em 2021, vários consultores internacionais recomendaram que Malta adotasse a convenção como um sinal de boa fé.

Cumprir essa tarefa teria evitado que Malta fosse incluída na lista cinza do Grupo de Ação Financeira contra a Lavagem de Dinheiro e o Financiamento do Terrorismo (GAFI).

Malta não assinou a convenção naquela época e, posteriormente, foi colocada na lista cinza pelo GAFI em junho de 2021. No entanto, eles foram removidos do programa de monitoramento aprimorado apenas um ano depois.

Mudança de rumo

A mudança na posição coincide com a introdução de um novo projeto de lei de jogos que foi apresentado em junho.

A Lei de Alteração dos Jogos tem como objetivo codificar a política de Malta de incentivar os operadores de jogos no país.

Essa lei também estabelece que a legislação maltesa defenda os titulares de licenças de jogos do arquipélago e seus funcionários de ações judiciais relacionadas aos serviços de jogos on-line sob a MGA.

O mais notável é que essa lei também limita o reconhecimento das decisões judiciais estrangeiras.

Esse projeto de lei tem recebido forte escrutínio da União Europeia, com o Parlamento Europeu e a Comissão Europeia buscando mais informações devido a preocupações com elementos anticoncorrenciais.

Junte-se a nós em Malta entre 13 – 17 de novembro para a SiGMA Europa 2023

O festival Malta Week da SiGMA Europa reúne um grupo diversificado e internacional de líderes da indústria para uma convergência de exposição, conferência e networking. O evento acontecerá no Mediterranean Maritime Hub (MMH), um local ampliado e altamente dinâmico que oferece um ambiente bruto, industrial e inovador nunca antes explorado.

Saiba mais informações clicando aqui.

Share it :