Repressão recorde: Autoridade Dinamarquesa de Jogos bloqueia 83 sites ilegais

Lea Hogg há 1 mês
Repressão recorde: Autoridade Dinamarquesa de Jogos bloqueia 83 sites ilegais

A Autoridade Dinamarquesa de Jogos, Spillemyndigheden, bloqueou recentemente o acesso a 83 sites ilegais de jogos de azar, representando um passo significativo em seus esforços contínuos para regulamentar a indústria de jogos de azar do país. Esta ação representa a décima vez que a Autoridade buscou tal ordem judicial desde que assumiu a responsabilidade pela indústria.

O tribunal em Næstved concordou com a avaliação da Autoridade de que todos os 83 sites haviam violado a lei ao oferecer oportunidades de jogo sem as licenças necessárias.

“Dobrando a aposta contra o jogo ilegal”, Anders Dorph, Diretor da Spillemyndigheden, afirmou que a Autoridade intensificou seus esforços para fechar sites ilegais.

O objetivo é bloquear esses sites duas vezes por ano, em vez de uma, como era o caso anteriormente. Essa estratégia visa fechar mais sites e reduzir o tempo que os jogadores dinamarqueses ficam expostos a jogos oferecidos ilegalmente. Desde que a Spillemyndigheden assumiu a autoridade em 2012, foram bloqueados um total de 359 sites. Apesar de ser apenas fevereiro, essa decisão recente quebra o recorde de mais sites bloqueados em um único ano, ultrapassando o recorde anterior de 82 sites bloqueados em 2022.

A batalha contínua da Spillemyndigheden contra o jogo ilegal

Dorph enfatizou que crianças e jovens são particularmente vulneráveis. Muitos dos sites ilegais têm requisitos frouxos de verificação de idade, e alguns oferecem jogos que apelam especificamente para esse público, como apostas em itens virtuais. Dos 83 sites bloqueados, oito eram sites de apostas em itens virtuais, nos quais os clientes podem depositar dinheiro para a chance de ganhar itens de personalização de videogame. Em um esforço adicional para proteger os jovens, a Autoridade lançou uma campanha educacional para menores de 18 anos, chamada “O Bandido de Um Braço Só”. Antes de levar qualquer negócio aos tribunais, a Spillemyndigheden entra em contato primeiro com o operador para explicar os problemas e solicitar correções.

Os processos legais só são iniciados quando essas tentativas provam ser infrutíferas. Essa repressão recorde destaca o compromisso da Autoridade em proteger os jogadores dinamarqueses e manter a integridade da indústria de jogos do país.

Esforços europeus para combater o jogo on-line ilegal

No cenário em constante evolução dos jogos on-line, as jurisdições europeias estão firmes em seu compromisso com o jogo responsável. Esses órgãos reguladores têm plena consciência da necessidade de equilibrar entretenimento e proteção ao jogador.

Por exemplo, Malta, lar de uma próspera indústria de jogos, exemplifica essa dedicação. A Autoridade de Jogos de Malta (MGA) tem sido firme em sua busca por operadores de jogos ilegais. Ao nomear explicitamente e alertar sobre 18 sites não autorizados recentemente em sua jurisdição, incluindo domínios como 24casino1.bet, 24pokies.com e 4crownscasino.com, a MGA reforça sua missão: manter a integridade do setor de jogos de Malta e aplicar rigorosos padrões regulatórios. À medida que o setor se torna cada vez mais regulamentado, os jogadores podem se envolver em jogos seguros e responsáveis, sabendo que seus interesses estão protegidos por autoridades vigilantes.

No início de 2019, a Itália deu um passo significativo ao proibir quase toda a publicidade de jogos de azar. O “Decreto Dignità” proibiu a publicidade de jogos de azar na TV, rádio, imprensa e internet. Essa decisão foi motivada por um estudo que revelou que 3% da população italiana estava sofrendo danos relacionados ao jogo.

Em 2018, Portugal e Luxemburgo desmantelaram uma grande operação ilegal de jogos on-line que operava desde 2015 em vários Estados-Membros da UE e internacionalmente. Trinta pessoas foram presas, 29 em Portugal e 1 no Luxemburgo. Além disso, 14 empresas comerciais enfrentaram acusações criminais relacionadas à sua participação no esquema.

Esses esforços coletivos em toda a Europa demonstram um compromisso com a proteção dos jogadores e a manutenção da integridade da indústria de jogos on-line.

————-Atenção: A próxima conferência SiGMA África acontecerá na Cidade do Cabo entre 11-13 de março!  O evento SiGMA Africa começará na Cidade do Cabo, África do Sul, em 11 de março. Construído sobre o sucesso de sua edição inaugural em Nairóbi, Quênia, em janeiro de 2023, o Grupo SiGMA reconhece a necessidade de promover a colaboração e inovação dentro da indústria.

Share it :

Recommended for you
Júlia Moura
há 1 dia
Júlia Moura
há 1 dia
Júlia Moura
há 1 dia
Lea Hogg
há 1 dia