MaisQueBet e posição da Autoridade de Jogos de Malta sobre entidades não licenciadas

Lea Hogg há 1 mês
MaisQueBet e posição da Autoridade de Jogos de Malta sobre entidades não licenciadas

A Autoridade de Jogos de Malta (MGA), respeitado órgão regulador de jogos de Malta, emitiu recentemente um comunicado para dissipar quaisquer equívocos sobre sua associação com a plataforma de jogos on-line, maisquebet.com. A MGA declarou categoricamente que não possui nenhuma conexão com a maisquebet.com, e quaisquer alegações feitas pelo site sugerindo tal conexão são falsas e enganosas.

A MaisQueBet, empresa registrada sob o número 12556331, opera a partir de Groot Kwartierweg, Curaçao. Ela afirma ser licenciada e autorizada pelo Governo de Curaçao. A plataforma oferece uma variedade de jogos on-line, incluindo roleta, blackjack, bacará e mais. A legitimidade dessas alegações é questionável, uma vez que a MGA se desassociou claramente da plataforma. No entanto, não há evidências claras de quaisquer acordos ou parcerias significativos que a MaisQueBet tenha tido no passado antes de sua desassociação da MGA.

Quanto à presença de um escritório em Malta, não há informações disponíveis que indiquem que a MaisQueBet tenha ou teve um escritório em Malta.

A MGA lembrou aos consumidores a importância de verificar a autorização de qualquer entidade antes de utilizar seus serviços. Isso é crucial porque o arcabouço regulatório de jogos exige que pessoas autorizadas cumpram rigorosos requisitos legais para a proteção dos consumidores. Entidades não licenciadas, como a maisquebet.com, operam fora desse arcabouço regulatório, tornando as transações com elas arriscadas para os consumidores.

A MGA possui uma lista de entidades licenciadas em seu site. Essa lista serve como um recurso confiável para os consumidores verificarem a autorização de plataformas de jogos. Além disso, a MGA incentiva os consumidores a consultarem esta lista para garantir que estão lidando com entidades licenciadas que cumprem os rigorosos requisitos legais estabelecidos pelo arcabouço regulatório.

A postura da MGA sobre esta questão reflete o compromisso da Autoridade em proteger os consumidores dos potenciais riscos do jogo on-line não regulamentado, também servindo como um chamado à ação para os consumidores serem mais vigilantes e proativos na verificação da autorização de plataformas de jogo on-line.

Share it :

Recommended for you
Jenny Ortiz
há 2 dias
Júlia Moura
há 3 dias
Júlia Moura
há 3 dias
Jenny Ortiz
há 3 dias