Nova York propõe legalização de apostas em esportes de fantasia e aceleração da liberação de licenças de cassino

Júlia Moura há 2 semanas
Nova York propõe legalização de apostas em esportes de fantasia e aceleração da liberação de licenças de cassino

Nova York, um dos estados mais influentes dos EUA, está considerando medidas legislativas significativas que poderiam impactar tanto a indústria de jogos quanto a economia estadual. Uma proposta de lei atualmente em discussão visa legalizar as apostas proposicionais, popularmente conhecidas como prop bets, em esportes de fantasia.

O projeto, co-patrocinado pelo presidente do Assembly Racing and Wagering Committee, Gary Pretlow, busca autorizar essas apostas através de operadores de jogos licenciados no estado. Além disso, a proposta inclui uma mudança na idade mínima para participação em esportes de fantasia, aumentando-a de 18 para 21 anos, alinhando-se às exigências estaduais para apostas esportivas.

Os defensores dessa medida destacam não apenas o potencial para aumentar as receitas fiscais, mas também a importância de regularizar uma prática que tem crescido em popularidade, mas que atualmente opera principalmente em um contexto ilegal ou não regulamentado.

Enquanto isso, em outra frente, dois legisladores do estado de Nova York estão pressionando por uma aceleração no processo de concessão de licenças de cassino. Eles argumentam que o cronograma atual está custando ao estado bilhões em receitas potenciais perdidas.

A proposta legislativa sugere que as propostas para novos cassinos sejam apresentadas até 31 de julho deste ano, com a Comissão de Jogos do Estado de Nova York encarregada de aprovar três licenças de cassino até 31 de março de 2025. Isso representa uma aceleração significativa em relação ao cronograma atual, que prevê a concessão de licenças até o final de 2025.

Este movimento visa impulsionar o desenvolvimento econômico em áreas específicas do estado, com planos de emitir três licenças para cassinos no interior de Nova York. Várias empresas, incluindo a MGM Resorts International, Wynn Resorts, Las Vegas Sands e Caesars Entertainment, já manifestaram interesse em participar do processo, sujeito a critérios rigorosos, incluindo padrões ambientais definidos pela Lei de Revisão da Qualidade Ambiental do Estado/Cidade (SEQR).

Essas propostas representam mudanças significativas no cenário do jogo em Nova York, com implicações tanto econômicas quanto sociais, e devem ser cuidadosamente avaliadas pelos legisladores antes de sua implementação.

SiGMA Asia 2024, de 3 a 5 de junho. Encontre mais detalhes aqui.

Share it :

Recommended for you
Lea Hogg
há 2 dias
Jenny Ortiz
há 2 dias
Júlia Moura
há 3 dias
Shirley Pulis Xerxen
há 3 dias