Presidente da CBF responde às acusações envolvendo Lucas Paquetá

Júlia Moura há 2 semanas
Presidente da CBF responde às acusações envolvendo Lucas Paquetá

Durante um jogo solidário realizado no último domingo, o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ednaldo Rodrigues, foi confrontado com as graves denúncias que envolvem o jogador de meio-campo Lucas Paquetá. As alegações, vindas da Federação Inglesa, sugerem que Paquetá teria violado regras de conduta relacionadas a apostas, apontando para quatro infrações ocorridas em partidas da prestigiada Premier League.

Diante da pressão por respostas sobre a possível exclusão de Paquetá da próxima Copa América, Ednaldo Rodrigues afirmou que o assunto será discutido em profundidade após uma reunião do Conselho Técnico com os 20 clubes da Série A.

“Na terça-feira que a CBF irá tratar (sobre o caso) junto aos diretores jurídicos e de compliance, mas, a princípio, não há uma condenação contra o atleta, só indícios. Vamos ouvir todas as possibilidades”, enfatizou.

As acusações da Federação Inglesa sugerem que Paquetá teria tentado influenciar o resultado das partidas, buscando receber cartões amarelos com o intuito de manipular o mercado de apostas. No entanto, o próprio jogador negou categoricamente essas alegações, cooperando plenamente com as investigações e demonstrando sua determinação em limpar seu nome e reputação.

Em uma declaração feita em sua conta no Instagram, Lucas Paquetá expressou sua surpresa e desapontamento com a decisão da FA (Federação Inglesa) de o acusar. Ele reiterou sua colaboração total com as investigações e negou veementemente as acusações que fizeram contra ele. Paquetá afirmou que luta e continuará lutando para provar sua inocência.

A Federação Inglesa concedeu a Paquetá um prazo até o dia 3 de junho para responder formalmente às acusações, com a possibilidade de solicitar uma prorrogação desse prazo. Por sua vez, a CBF adotará uma postura de aguardar a conclusão das investigações antes de tomar qualquer medida oficial em relação ao jogador.

O caso de Lucas Paquetá tem gerado intensa especulação e discussão não só nos bastidores do futebol, mas também entre os torcedores e a mídia esportiva. Enquanto a investigação prossegue, o jogador enfrenta uma situação delicada, com o futuro tanto nos gramados quanto na seleção brasileira em jogo.

Com a estreia da seleção brasileira na Copa América agendada para o dia 28 de junho contra a Costa Rica, em Los Angeles, a incerteza em torno da participação de Paquetá na competição torna-se uma questão central para os fãs e para o próprio jogador.

SiGMA Asia 2024, de 3 a 5 de junho. Encontre mais detalhes aqui.

Share it :

Recommended for you
Lea Hogg
há 2 dias
Jenny Ortiz
há 2 dias
Jenny Ortiz
há 2 dias
Júlia Moura
há 3 dias