Better Collective aumenta capacidade de Fusões e Aquisições (M&A)

Lea Hogg há 1 mês
Better Collective aumenta capacidade de Fusões e Aquisições (M&A)

A Better Collective, líder em afiliação, anunciou recentemente seu plano de emitir ações equivalentes a aproximadamente 10% de seu capital total. Essa jogada estratégica tem como objetivo preparar a empresa para futuras fusões e aquisições (M&A). A empresa pretende emitir o novo capital por meio de um processo acelerado de book-building, um método que disponibiliza ações por um curto período com marketing mínimo.

Uma análise mais aprofundada da estratégia de M&A da Better Collective

A recente captação de capital pela Better Collective é uma jogada estratégica destinada a aumentar sua capacidade de M&A e se preparar para futuras aquisições. A empresa levantou com sucesso DKK 1.082 milhões (cerca de € 145 milhões) por meio de uma emissão de ações, que será usada para reduzir suas atuais facilidades de dívida. Essa medida deve reduzir a dívida líquida de € 282 milhões para cerca de € 137 milhões, alinhando-se à faixa de meta de EBITDA de € 125 milhões a € 135 milhões para 2024.

A meta da Better Collective para a relação dívida líquida/EBITDA ficar abaixo de 3x em 2024 implica uma capacidade de M&A de cerca de € 250 milhões após a captação de capital. Essa estratégia é especialmente relevante dada ao altamente fragmentado mercado de mídia esportiva digital, que apresenta inúmeras oportunidades atrativas de M&A.

Embora os analistas não antecipem mudanças significativas em suas estimativas ou faixa de avaliação após a captação de capital, o fortalecimento do balanço sugere que a meta de crescimento estabelecida para 2027 (CAGR de receita de +20% de 2023 a 2027) poderia ser alcançada mais prontamente, e até mesmo superada, devido ao aumento do potencial de crescimento impulsionado por M&A. Essa perspectiva analítica destaca a importância estratégica da captação de capital da Better Collective e suas implicações para a trajetória futura de crescimento da empresa.

Visando flexibilidade financeira

O principal objetivo dessa emissão de ações é aprimorar a flexibilidade financeira da Better Collective. Os recursos líquidos da oferta serão utilizados para quitar as obrigações de dívida existentes da empresa. Essa medida permitirá que a empresa navegue por um mercado altamente segmentado, repleto de uma infinidade de oportunidades atraentes para aquisições, adicionando uma dimensão intrigante à sua estratégia operacional.

Desde 2017, a Better Collective realizou um total de 34 aquisições. A transação mais recente foi a aquisição da afiliada canadense Playmaker Capital por € 176 milhões, concluída no início de fevereiro. A emissão de ações, que não é subscrita, tem como alvo investidores institucionais e profissionais na Dinamarca, Suécia e em certas outras jurisdições.Desde 2017, a Better Collective realizou um total de 34 aquisições. A transação mais recente foi a aquisição da afiliada canadense Playmaker Capital por € 176 milhões, concluída no início de fevereiro. A emissão de ações, que não é subscrita, tem como alvo investidores institucionais e profissionais na Dinamarca, Suécia e em certas outras jurisdições.

A empresa ainda não determinou um preço de oferta, que será divulgado após a conclusão do processo acelerado de book-building. O preço final e o número de novas ações devem ser anunciados assim que possível após isso. A expectativa é que as novas ações sejam liquidadas por volta de 4 de março.

Como parte da oferta, o fundo dinamarquês BLS Capital Fondsmæglerselskab comprometeu-se a subscrever 50% da oferta como investidor âncora. Em virtude da captação de capital, a Better Collective e seus executivos concordaram em não vender quaisquer ações até a divulgação do relatório financeiro do primeiro trimestre da empresa.

A Better Collective dominou a atividade de M&A de afiliados em 2023, sendo responsável por seis das dez aquisições de afiliados que ocorreram durante o ano. A empresa também foi responsável pelas três maiores compras do ano: o acordo de € 176 milhões com a Playmaker Capital, a aquisição de € 56 milhões da Skycon e o acordo de € 49,5 milhões com a Playmaker HQ.

A decisão de destacar M&A na captação de capital indica a intenção da Better Collective de continuar essa tendência em 2024, consolidando ainda mais sua posição no dinâmico espaço de afiliados da indústria do jogo.

————-Atenção: A próxima conferência SiGMA África acontecerá na Cidade do Cabo entre 11-13 de março!  O evento SiGMA Africa começará na Cidade do Cabo, África do Sul, em 11 de março. Construído sobre o sucesso de sua edição inaugural em Nairóbi, Quênia, em janeiro de 2023, o Grupo SiGMA reconhece a necessidade de promover a colaboração e inovação dentro da indústria.

Share it :

Recommended for you
Júlia Moura
há 1 dia
Júlia Moura
há 1 dia
Júlia Moura
há 1 dia
Lea Hogg
há 1 dia