Fundadores da FanDuel triunfam em Tribunal de Nova York sobre ativos subvalorizados

Lea Hogg há 4 semanas
Fundadores da FanDuel triunfam em Tribunal de Nova York sobre ativos subvalorizados

A disputa legal envolvendo os fundadores da FanDuel, uma popular plataforma de esportes diários de fantasia, tomou um rumo significativo. Em 23 de maio de 2024, o Tribunal de Apelações de Nova York deu razão aos fundadores em sua ação judicial, alegando que a aquisição da FanDuel pela Paddy Power Betfair em 2018 foi subvalorizada.

Esta ação judicial tem sido um ponto de contenda por vários anos, envolvendo os ex-fundadores, executivos e investidores iniciais da FanDuel. Os demandantes argumentaram que perderam US$ 120 milhões quando a FanDuel foi adquirida pela Paddy Power Betfair após a revogação da Lei de Proteção ao Esporte Profissional e Amador (PASPA) pela Suprema Corte dos EUA em 2018.

A revogação da PASPA levou à legalização das apostas esportivas nos EUA em cada estado, catapultando a FanDuel à posição de operadora número um em participação de mercado no país. O tribunal decidiu que a ação, inicialmente movida na Escócia, poderia prosseguir, pois foram levantadas reivindicações legítimas de violação de contrato.

O tribunal declarou: “A Divisão de Apelação concluiu corretamente que a lei escocesa se aplica às reivindicações dos demandantes e tomou conhecimento judicial de seu conteúdo ao resolver a moção de demissão dos réus. Concluímos, no entanto, que os demandantes apresentaram suficientemente causas de ação por violação do dever fiduciário sob a lei escocesa. Consequentemente, revertimos a ordem da Divisão de Apelação.”

Reivindicando perda de US$ 120 milhões na aquisição pela Paddy Power Betfair

Esta decisão vem após uma decisão de 2022 por um painel de cinco juízes no tribunal de apelação de Nova York que havia rejeitado o caso, argumentando que os fundadores da FanDuel não haviam feito uma reivindicação válida sob a lei escocesa.

A jornada da FanDuel começou na Escócia em 2007, com sua predecessora Hubdub Ltd, fundada por Nigel Eccles, Lesley Eccles e Tom Griffiths. Inicialmente oferecendo apostas em eventos do mundo real, a empresa logo pivotou para esportes diários de fantasia, lançando-se nos EUA em 2009.

Em 2015, a FanDuel estava envolvida em uma guerra de marketing cara com seu principal concorrente, a DraftKings. As duas empresas tentaram uma “fusão de iguais” de US$ 3,3 bilhões em 2016, mas o acordo foi bloqueado pelas autoridades de concorrência dos EUA.

Após o colapso do acordo, o conselho da FanDuel simplificou a estrutura acionária da empresa em dois tipos de ações: “Ações Preferenciais” e “Novas Ações Ordinárias”. Dois acionistas da FanDuel, Shamrock Capital Advisors e KKR, detinham 15% e 21%, respectivamente, do total de Ações Preferenciais e foram coletivamente designados “acionistas arrastadores”, dando-lhes o poder de compelir os acionistas restantes a aceitar uma oferta de aquisição ou fusão.

Em 2018, o conselho da FanDuel começou a explorar opções de financiamento e contratou a empresa de consultoria financeira Moelis & Company para ajudar. Entre as opções levantadas estava uma fusão com o conglomerado de apostas irlandês Paddy Power Betfair, que desde então foi renomeado para Flutter Entertainment.

As negociações ocorreram simultaneamente com o caso da Suprema Corte dos EUA Murphy v. NCAA, que levou à revogação da PASPA. Após inicialmente mover o caso na Escócia, os ex-fundadores, executivos e mais de 100 acionistas da FanDuel, representando coletivamente 10% do capital social, apresentaram um desafio à fusão em Nova York.

Os demandantes argumentaram que os réus se envolveram em um esquema para garantir que os Acionistas Preferenciais se beneficiassem exclusivamente da fusão. Isso envolveu, segundo eles, uma tentativa deliberada de subvalorizar os ativos da FanDuel nas negociações, apesar da empresa valer consideravelmente mais após o caso Murphy. Esta batalha legal em andamento ressalta as complexidades e os potenciais perigos das aquisições corporativas, particularmente no mundo em rápida evolução dos jogos on-line e das apostas esportivas. O resultado final deste caso pode ter implicações de longo alcance para futuras fusões e aquisições na indústria.

Share it :

Recommended for you
Júlia Moura
há 14 horas
Júlia Moura
há 14 horas
Garance Limouzy
há 18 horas
Júlia Moura
há 18 horas