Vegas reivindica posição inigualável como capital global das apostas esportivas no domingo do Super Bowl

Lea Hogg há 2 meses
Vegas reivindica posição inigualável como capital global das apostas esportivas no domingo do Super Bowl

Neste domingo de Super Bowl, Las Vegas se desperta em meio a uma atmosfera de antecipação histórica. Pela primeira vez, o grandioso espetáculo do maior evento esportivo da América ilumina as ruas neonadas deste oásis no deserto.

No entanto, a relevância deste dia transcende a simples paixão pelo futebol americano. Enquanto o Super Bowl se desenrola ao fundo dos deslumbrantes cassinos, uma transformação sísmica ocorre: Las Vegas ascende ao trono como a capital das apostas esportivas. Indo além das mesas de roleta e pôquer, esta cidade de grandes apostas agora estabelece sua supremacia no setor de apostas virtuais. Hoje, Vegas assegura de maneira legítima sua posição como a capital indiscutível do jogo on-line global. Em todo o território americano, um suspiro coletivo de alívio ecoa, pois as leis anteriormente controversas das apostas esportivas encontraram um novo lar, e este leva a inconfundível assinatura de Las Vegas. A cidade se reinventa hoje como um epicentro esportivo.

A realização da final do Super Bowl representa um marco significativo nessa transformação. Na década de 1970, a Câmara de Comércio de Las Vegas foi aconselhada a se manter no jogo, pois era considerado mais resistente do que a manufatura. No entanto, os funcionários da cidade optaram por diversificar a economia abraçando os esportes. A decisão de sediar o Super Bowl em Las Vegas é o resultado de um esforço concentrado para atrair grandes eventos esportivos para a cidade.

Segundo o comitê local de hospedagem do Super Bowl, tais eventos têm um desempenho superior em Las Vegas em comparação com outros locais. A jornada esportiva da cidade começou efetivamente em 2017, quando a National Hockey League concedeu uma nova franquia, o Golden Knights, a Las Vegas. Essa ação marcou a primeira equipe esportiva profissional da cidade. Desde então, a cidade adicionou os Raiders da NFL e as Aces da WNBA, que recentemente conquistaram dois campeonatos consecutivos. A Major League Baseball também aprovou a mudança do Oakland Athletics para Las Vegas, e a National Basketball Association está considerando a cidade como uma possível nova sede de franquia.

A NBA lançou recentemente seu primeiro torneio de meio de temporada em Las Vegas, uma medida projetada para impulsionar as classificações durante os meses lentos de inverno. O sucesso do campeonato inaugural foi atribuído em parte à sua localização em Las Vegas.

A realização do Super Bowl em Las Vegas também sinaliza uma mudança nas atitudes das ligas esportivas americanas em relação à indústria de apostas. Essa mudança de postura segue uma decisão da Suprema Corte em 2018 que permitiu apostas esportivas legalizadas em todo os EUA. Aqueles que antes expressavam preocupações sobre o impacto do jogo nos esportes agora reconhecem a necessidade de se adaptar ao setor de jogos on-line. A realidade é que Las Vegas está diversificando com sucesso sua economia ao se tornar uma meca das apostas esportivas. A capacidade da cidade de atrair grandes eventos esportivos e franquias, aliada à mudança de atitudes em relação ao jogo, são fatores-chave nessa transformação. À medida que Las Vegas continua a evoluir, ela se destaca como uma base sólida para a indústria de apostas esportivas on-line — um lugar que eles podem chamar inequivocamente de lar.

Recordes em publicidade

O Super Bowl 2024 também estabelecerá um novo recorde em publicidade nos EUA, com as maiores marcas do mundo projetando gastar aproximadamente US$ 650 milhões em espaços de TV. Os anunciantes devem pagar cerca de US$ 7 milhões por um intervalo de 30 segundos durante o jogo, um aumento de 10% em relação ao ano anterior. A Paramount, detentora dos direitos de transmissão do jogo nos EUA, espera arrecadar mais de US$ 650 milhões em receitas publicitárias de TV.

Os anúncios do Super Bowl, entre os mais assistidos e amplamente compartilhados nas redes sociais, contarão com celebridades de renome como Lionel Messi, Jennifer Aniston, Kris Jenner e Christopher Walken. Espera-se que o jogo também atraia uma audiência maior devido à presença prevista de Taylor Swift, cujo relacionamento com o tight end dos Chiefs, Travis Kelce, tem despertado interesse de várias marcas.

Nos EUA, os intervalos comerciais do Super Bowl são uma forma de entretenimento nacional e um testemunho do poder dos comerciais de TV tradicionais. O alto custo de um intervalo de 30 segundos incentiva os profissionais de marketing a investirem pesadamente na produção de anúncios, frequentemente contratando celebridades de alto escalão. No entanto, alguns executivos de publicidade acreditam que eventos em grande escala estão se tornando menos essenciais para muitas marcas, que veem mais valor em direcionar suas mensagens para o público da Geração Z por meio de plataformas como TikTok ou Instagram. Este ano, muitas marcas também estão usando canais sociais e influenciadores para complementar seus anúncios de TV, com campanhas sendo veiculadas em várias plataformas digitais antes do evento. A Paramount também visa atrair telespectadores mais jovens transmitindo o jogo na Nickelodeon, com comentários e análises de personagens animados de Bob Esponja. A transmissão apresentará a maioria dos mesmos comerciais da CBS, mas incluirá marcas separadas para crianças, como fabricantes de brinquedos.

A indústria de apostas esportivas, antes um setor marginalizado e estigmatizado, emergiu como uma força estabelecida e poderosa na economia global. Hoje não é apenas um novo começo para Las Vegas, mas também para toda a indústria de apostas esportivas.

Hoje marca o dia em que a indústria de apostas esportivas é reconhecida como uma participante legítima e influente no mundo dos esportes.

Atenção! A próxima conferência SiGMA Eurásia acontecerá em Dubai entre 25 – 27 de fevereiro

Share it :

Recommended for you
Júlia Moura
há 23 horas
Júlia Moura
há 1 dia
Júlia Moura
há 1 dia
Lea Hogg
há 1 dia