Américas NEWS

Trending

Durante o fervoroso torneio de basquete March Madness da NCAA deste ano, os Estados Unidos testemunharam uma atividade de jogo frenética, reveladora de um submundo de apostas ilegais alimentadas pela influência das mídias sociais. Uma análise meticulosa conduzida pela YieldSec, encomendada pela Campaign for Fairer Gambling (CFG), revelou um cenário onde a legalidade dos jogos online estava em forte contraste com sua contraparte ilegal. 

Os números eram impressionantes: um colossal montante de US$ 4,3 bilhões foi injetado ilegalmente no mercado de apostas durante o March Madness, com uma proporção de 64% das apostas online sendo canalizadas para operadores clandestinos. Através de uma teia complexa de 378 operadores ilegais de apostas esportivas e 651 afiliados, esses agentes se esforçaram para atrair agressivamente o público, garantindo uma fatia desproporcional do mercado. 

A análise da YieldSec também revelou a dominação das mídias sociais por conteúdo vinculado ao jogo ilegal. Até 73% das postagens sociais e 78% do conteúdo de vídeo relacionado às apostas estavam associados a operadores clandestinos, indicando uma presença inegável e penetrante nos espaços online. 

Derek Webb, fundador da CFG, expressou sua preocupação com a falta de uma estratégia unificada para combater o jogo ilegal nos Estados Unidos, culpando a negligência dos estados e a ausência de supervisão governamental. Enquanto isso, Ismail Vali, CEO da YieldSec, destacou a necessidade premente de fiscalização e monitoramento mais rigorosos para conter a proliferação de operações de jogos de azar não licenciadas. 

Diante desse cenário preocupante, a Campaign for Fairer Gambling agora apela por uma resposta governamental que seja coerente. Eles pressionam o Departamento de Justiça, o Tesouro, a Comissão Federal de Comércio e o Gabinete do Representante Comercial a considerarem as conclusões do relatório YieldSec como um guia para desenvolver medidas eficazes contra o jogo ilegal. A batalha está sendo levada aos mais altos escalões, na esperança de restaurar a integridade e a justiça no mundo das apostas esportivas nos Estados Unidos. 

Além disso, a sociedade civil está se mobilizando. Grupos de defesa dos consumidores e organizações de controle do jogo estão aumentando a conscientização sobre os perigos do jogo ilegal, educando o público e instando as autoridades a agirem. Manifestações, petições online e campanhas nas redes sociais estão ganhando força, colocando pressão adicional sobre os órgãos governamentais para enfrentarem esse desafio de frente. 

Enquanto isso, os operadores legais de apostas esportivas estão buscando formas de se destacar em meio ao mar de ilegalidade. Investimentos em tecnologia e segurança estão sendo intensificados, com o objetivo de oferecer uma experiência de apostas confiável e transparente para os clientes. Parcerias estratégicas com ligas esportivas e instituições reguladoras estão sendo fortalecidas, visando promover a integridade e a legitimidade das apostas esportivas. 

Mas a batalha está longe de ser vencida. Enquanto as apostas ilegais continuarem a prosperar, os riscos para os consumidores e para a integridade do esporte permanecerão elevados. É um desafio que exige uma abordagem multifacetada, envolvendo colaboração entre o governo, a indústria, as organizações da sociedade civil e os próprios apostadores. Somente com um esforço conjunto e coordenado será possível garantir um ambiente de apostas justo, seguro e responsável para todos. 

Em 7 dias reuniremos as principais influências do mundo do iGaming, os principais provedores de jogos de azar e os sites de apostas esportivas mais acessados do mundo no !

Esta será a segunda edição do SiGMA Américas e acontecerá no Transamerica Expo Center, zona sul de São Paulo – Brasil.

Um cronograma repleto de especialistas guia a programação com conteúdo cativante e de alto nível, por meio de diversas palestras, painéis de debate e workshops para desenvolver habilidades. Clique  para garantir seu lugar em um dos maiores eventos iGaming do Brasil.

Júlia Moura
há 15 horas
Lea Hogg
há 4 dias
Júlia Moura
há 4 dias
Júlia Moura
há 4 dias
Júlia Moura
há 4 dias
Júlia Moura
há 5 dias
Júlia Moura
há 5 dias
Katy Micallef
há 5 dias
Júlia Moura
há 6 dias
Katy Micallef
há 6 dias
Júlia Moura
há 6 dias

News By Topic

Articles

Lea Hogg
há 4 dias