Suprema Corte da Índia suspende julgamento do “Rei das Loterias” Santiago Martin

Jenny Ortiz há 2 meses
Suprema Corte da Índia suspende julgamento do “Rei das Loterias” Santiago Martin

A Suprema Corte da Índia interveio para interromper o julgamento em curso contra Santiago Martin, popularmente conhecido como o Rei das Loterias, em um caso de lavagem de dinheiro sendo ouvido em um tribunal especial em Kerala sob a Lei de Prevenção à Lavagem de Dinheiro (PMLA).

Martin, anteriormente em destaque por suas significativas doações aos partidos políticos sul-asiáticos através do agora extinto Esquema de Títulos Eleitorais, encontrou-se novamente sob escrutínio legal. Desafiando a decisão de um tribunal de Kerala de prosseguir com o julgamento apesar de questões pendentes, Martin entrou com um pedido na Suprema Corte para reconsiderar a continuação do julgamento.

De acordo com um relatório do India Today, um painel composto pelos juízes Abhay S Oka e Ujjal Bhuyan emitiu uma ordem de suspensão do julgamento enquanto convocava a Diretoria de Execução (ED) para mais procedimentos. O tribunal enfatizou a necessidade de uma examinação minuciosa do caso antes de prosseguir, marcando a próxima audiência para 12 de julho.

Durante a audiência, o tribunal enfatizou que, mesmo que a acusação seja formalizada, o julgamento não terá início nos casos de PMLA até que novas ordens sejam emitidas.

Precedentes legais e estratégia de defesa

O relatório também afirmou que a equipe jurídica de Martin, liderada pelo advogado sênior Aditya Sondhi, invocou precedentes legais e argumentou que os procedimentos da PMLA deveriam aguardar a conclusão do caso principal registrado pela Central de Investigação Federal (CBI). Sondhi citou uma decisão da Suprema Corte de 2022, enfatizando que os procedimentos da PMLA devem estar alinhados com o resultado do caso precedente.

Cenário jurídico complexo: interação entre casos

A intricada saga legal se desenrola no contexto de uma complexa teia de alegações decorrentes de um golpe de loteria em 2014. Inicialmente investigado pelo CBI, o caso levou a acusações contra Martin e outros. Posteriormente, a ED apresentou uma queixa por lavagem de dinheiro em 2018, desencadeando uma batalha legal que continua a se desenrolar.

Limbo legal: pedido de baixa pendente

O pedido de Martin destaca o pedido de baixa pendente perante o tribunal especial, sublinhando a interdependência dos procedimentos legais.

Próximo evento da SiGMA: BIS SiGMA Américas 2024, saiba mais aqui.

Share it :

Recommended for you
Júlia Moura
há 2 dias
Lea Hogg
há 2 dias
Júlia Moura
há 3 dias
Shirley Pulis Xerxen
há 3 dias